Serviços de Portão Automático (11)2983-0911

Nossa empresa atua no ramo de reparos de portões automáticos há 12 anos, crescendo a cada dia com novos aprendizados e renovando a capacitação e o aprendizado de nossos técnicos. Quando começou a ser comercializado, um motor para portão automático era um acessório encontrado apenas em residências e condomínios de alto padrão, pois o custo desse equipamento era altíssimo, e poucas pessoas podiam adquirir um motor. Portão automático PPA foi um dos pioneiros no mercado, que conseguiu crescer e se expandir em meio às marcas da época, como a Issel. Com algum tempo, começaram a surgir outras marcas de qualidade que começaram a ser bem competitivas, como o motor para portão automático Garen ou o Peccinin. O motor para portao automático peccinin criou seu sistema independente de codificação e se destacou bastante das outras marcas por bastante tempo. Durante anos, quando a pessoa queria um motor mais durável, sempre optava pela marca Peccinin, baseada em informações trocadas por outros clientes que também tinham desse motor. Portão automático, Garen PPA ou Peccinin, para nós é sempre bem vindo, pois trabalhamos principalmente com as 3 marcas. Com o aumento da divulgação pela internet, hoje existem diversos modelos de motor de portão, do mercado brasileiro e do mercado externo, atuando hoje em nosso país. Hoje em dia existem mais de 500 locais que prestam assistência técnica de portão eletrônico só em São Paulo. A competitividade faz com que as empresas se adaptem para melhor atender aos clientes, e isso também ajuda na formalização de um preço mais justo e acessível. Em 2013 as empresas bateram um recorde em instalação de motor de portão automático PPA.

Nossa empresa atua no ramo de reparos de portões automáticos há 12 anos, crescendo a cada dia com novos aprendizados e renovando a capacitação e o aprendizado de nossos técnicos. Quando começou a ser comercializado, um motor para portão automático era um acessório encontrado apenas em residências e condomínios de alto padrão, pois o custo desse equipamento era altíssimo, e poucas pessoas podiam adquirir um motor. Portão automático PPA foi um dos pioneiros no mercado, que conseguiu crescer e se expandir em meio às marcas da época, como a Issel. Com algum tempo, começaram a surgir outras marcas de qualidade que começaram a ser bem competitivas, como o motor para portão automático Garen ou o Peccinin. O motor para portao automático peccinin criou seu sistema independente de codificação e se destacou bastante das outras marcas por bastante tempo. Durante anos, quando a pessoa queria um motor mais durável, sempre optava pela marca Peccinin, baseada em informações trocadas por outros clientes que também tinham desse motor. Portão automático, Garen PPA ou Peccinin, para nós é sempre bem vindo, pois trabalhamos principalmente com as 3 marcas. Com o aumento da divulgação pela internet, hoje existem diversos modelos de motor de portão, do mercado brasileiro e do mercado externo, atuando hoje em nosso país. Hoje em dia existem mais de 500 locais que prestam assistência técnica de portão eletrônico só em São Paulo. A competitividade faz com que as empresas se adaptem para melhor atender aos clientes, e isso também ajuda na formalização de um preço mais justo e acessível. Em 2013 as empresas bateram um recorde em instalação de motor de portão automático PPA.

Site com tudo do que há de mais moderno em motor deportão automático residencial, de condomínios ou modelos industriais.

Nossa empresa atua no ramo de reparos de portões automáticoshá 12 anos, crescendo a cada dia com novos aprendizados e renovando a capacitação e o aprendizado de nossos técnicos. Quando começou a ser comercializado, um motor para portão automático era um acessório encontrado apenas em residências e condomínios de alto padrão, pois o custo desse equipamento era altíssimo, e poucas pessoas podiam adquirir um motor. Portão automático PPA foi um dos pioneiros no mercado, que conseguiu crescer e se expandir em meio às marcas da época, como a Issel. Com algum tempo, começaram a surgir outras marcas de qualidade que começaram a ser bem competitivas, como omotor para portão automático Garen ou o Peccinin. O motor para portao automático peccinin criou seu sistema independente de codificação e se destacou bastante das outras marcas por bastante tempo. Durante anos, quando a pessoa queria um motor mais durável, sempre optava pela marca Peccinin, baseada em informações trocadas por outros clientes que também tinham desse motor. Portão automático, Garen PPA ou Peccinin, para nós é sempre bem vindo, pois trabalhamos principalmente com as 3 marcas. Com o aumento da divulgação pela internet, hoje existem diversos modelos de motor de portão, do mercado brasileiro e do mercado externo, atuando hoje em nosso país. Hoje em dia existem mais de 500 locais que prestamassistência técnica de portão eletrônico só em São Paulo. A competitividade faz com que as empresas se adaptem para melhor atender aos clientes, e isso também ajuda na formalização de um preço mais justo e acessível. Em 2013 as empresas bateram um recorde em instalação de motor de portão automático PPA.

 

Qual o melhor modelo de motor para portão eletrônico?

Particularmente, se vai haver instalação de motor, portão basculante é a melhor escolha. A durabilidade de um motor mais rápido instalado no portão basculante é quase o dobro da durabilidade de um motor rápido para portão deslizante. O pivotante, por sua vez, nós até automatizamos, mas eu não indicaria pra ninguém que quer instalar um portão novo. Se já tem portão no local, tudo bem, automatiza, mas se tem escolha, opte por outro modelo de portão.

 

Quais as vantagens e desvantagens do motor para portão Basculante?

- Vantagens: Com o motor instalado, é prático para abrir, e pode-se usar um motor de portão bem rápido, que hoje em dia pode abrir o portão em aproximadamente 4 segundos. Só de saber que quando precisa entrar ou sair de casa sem ficar demorando muito com o portão aberto, principalmente pela questão de segurança, é uma ótima escolha.

- Desvantagens: Como todos já devem ter notado andando nas ruas, a maioria dos portões basculantes abre invadindo a calçada, e pegando de surpresa em alguns casos os pedestres que passam pela frente. Algum tempo atrás estava tramitando não sei se da prefeitura de São Paulo ou de alguma das cidades próximas, um projeto de lei para a regularização deste tipo de portão, porque abrir invadindo o espaço da calçada é ilegal. Talvez ainda não tenha sai do dos projetos por causa do grande número de casas que já possuem portão desse tipo, e se tivessem que mudar todos ao mesmo tempo seria um caos.

 

Como escolher um portão Basculante?

Dentre todos os chamados, conserto de portão automático basculanteé o recordista em procura na internet.

Temos a mais completa assistência técnica para portão automáticobasculante, solucionando e resolvendo os defeitos que já vieram com o portão novo, mas que ocasionam diversos outros problemas, e nunca são encontrados pelas empresas comuns. Nossos técnicos de portão automático são rápidos e eficientes, sempre especializados no ramo dos portões, e com cursos específicos de todas as áreas daautomação de portões residenciais.

Algo que se torna ruim para quem tem um portão basculante é quando a pessoa compra o portão de alguém que fabrica o portão de forma aleatória, sem experiência no ramo, ou que até tenha experiência, mas não tem conhecimento técnico o suficiente parafabricar o portão visando os defeitos que podem ocorrer ocasionalmente. Exemplos: As roldanas superiores, onde corre o cabo de aço lateral do portão, se forem muito pequenas, vão desgastar até 10 vezes mais rápido o cabo de aço do portão, e a vantagem que a pessoa teve ao comprar seu portão por um preço mais acessível acaba se tornando uma dor de cabeça anual, tendo que chamar manutenção de portão em períodos curtos para fazer a substituição do cabo de aço, que não é uma coisa tão simples na maioria dos portões; Outro exemplo bem comum, já tem a ver com serralheiro que age de má fé, é quando o cliente compra um portão, e vem sem o motor, ou seja, compra o portão para instalar um motor mais pra frente, e o portão vem com os pontos de giro desalinhados, e as caixas de pesodesbalanceadas. O portão fica travando na hora de subir e descer, além de ficar mais pesado do que o normal. Quando o cliente procura alguma empresa para automatizar o portão, o técnico vai avaliar, e se depara com esses defeitos no portão relativamente novo, e demonstra para o cliente o que precisa ser feito para adequar o portão ao motor. Quando o cliente volta ao serralheiro onde adquiriu o portão, oserralheiro diz que isso faz parte do serviço de quem vai instalar o motor, e diz que se a pessoa comprar um motor com ele, resolve todos esses defeitos sem cobrar nada além. Acreditem, isso é muito mais comum do que se imagina.

Por essas e outras coisas, fique sempre atento quando for escolher uma fábrica para fazer seu portão. Verifique sempre se a empresa possui técnico de portão automático eletrônico capacitado, para não ter problemas na hora que precisar chamar para possível garantia sobre defeitos que possam ocorrer.

 

Quais as vantagens e desvantagens do motor para portão Deslizante?

- Vantagens: Portão deslizante também é prático de abrir e fechar. Se o motor não estiver funcionando ou se não tiver motor ainda no local, é o modelo mais prático de se usar de forma manual. É o único modelo (exceto portas de aço) de portão automático convencional que não invade o espaço da calçada durante sua abertura e fechamento. De todos os outros portões, é o que dá mais segurança quanto ao travamento final enquanto está fechado.

- Desvantagem: Por ser de correr lateralmente, a pessoa precisa esperar o portão abrir por completo para poder passar, não tem como se adiantar durante o processo de abertura. Esse tipo de portão até aceita motores mais rápidos, mas as cremalheiras e a engrenagem externa sofrem um desgaste muito grande quando são usados com velocidade. Tem uma manutenção periódica a ser feita, a não ser que se use um motor de velocidade convencional.

 

Como escolher um portão Deslizante?

Para portão deslizante, não tem muito segredo. Escolha o modelo estético que mais combina com a residência, e verifique alguns pontos: Quanto maior a roldana de correr (rodinha) do portão, mais tempo vai durar sem manutenção, e o portão fica mais leve para se puxar tanto com a mão quanto com o motor. Atenção: em portões de residência padrão, não acredite em lugares que tentam instalar mais de 2 rodinhas no portão, para que ele corra melhor. O ideal são duas mesmo. Se tiver mais que isso, uma rodinha acaba travando a outra por qualquer torcida que o portão der com o passar do tempo, e também é bem comum acontecer o efeito gangorra no portão, ou seja, a rodinha do meio se apoia, e uma das outras duas fica sem apoiar direito. Consulte mais informações em nossa assistência técnica de portão automático deslizante.

 

Quais as vantagens e desvantagens do motor para portão Pivotante?

- Vantagem: Ao meu ver, a única vantagem é de não ter que descer do carro para abrir com as mãos o portão.

- Desvantagem: De todos os modelos de portão, o pivotante é o mais vulnerável quando alguém tenta abrir usando apenas a força braçal. Não precisa ser muito forte para quebrar os motores puxando pelafolha do portão.

É mais frequente a manutenção de portão automático pivotante do que dos outros modelos. Não é qualquer empresa que oferece serviço de manutenção para portão automático pivotante. Seu mecanismo é mais complexo de ser regulado na hora da instalação, e precisa de um conhecimento maior do que para instalação de motor em portão automático deslizante ou basculante.

 

É seguro confiar somente no motor para travar o portão?

Não. O mais recomendado mesmo, para a segurança dos clientes, é o uso de cadeado, principalmente em ocasiões em que o portão vai ficar muito tempo sem usar. Mas então, pra que um portão automático se a gente precisa descer do carro para abrir o cadeado? Pois é, não teria lógica usar dessa forma, mas sempre recomendamos aos clientes, que pelo menos travem o portão com cadeado em casos em que vai viajar, ou a noite, quando vai ficar muito tempo sem uso. No bracinho domotor basculante, existe um pino onde é instruído o uso de cadeado pequeno de 20 milímetros. Qualquer pessoa com um objeto semelhante a uma chave de fenda é capa de forçar o cadeado e quebrá-lo se estiver acessível pelo lado da rua. Recomendo uma trava própria para esses modelos de bracinhos de portão, que é encontrada principalmente em casas de materiais de construção grandes, onde o bracinho é preso com essa trava mecânica, e o cadeado fica escondido por trás, tendo acesso somente pelo lado de dentro da casa.

 

Trava elétrica é segura?

Sinceramente, não acredito que seja. A trava elétrica trabalha da seguinte forma: um pulso elétrico é mandado quando o motor é acionado, fazendo com que a trava destrave, e libere o ciclo do portão. O que ninguém explica, é que trava elétrica precisa de lubrificação periódica, para que o embolo sempre deslize da forma correta durante seu uso. O que acontece em praticamente todas as residências que tem trava elétrica, é que a pessoa nunca chega perto da trava para verificar se o embolo está limpo e lubrificado, para trabalhar sem falhas. Se enroscar, o motor não vai saber que não deve abrir, e com o embolo travado, vai tentar forçar ao máximo o portão para que abra. Esse é o caso em que mais se danificam os motores de portão.

Outro item que falta na maioria das instalações, é a plaquinha eletrônica de trava elétrica. Essa plaquinha tem um circuito que aciona em conjunto com o motor, mas o pulso elétrico dura somente alguns segundos, tempo necessário para que o portão saia do ponto inicial. Ligada de forma errada, a trava fica em constante acionamento durante o percurso inteiro do portão, forçando demais seu funcionamento, e aquecendo sem necessidade. Aquecendo demais, com vários acionamentos simultâneos, a trava elétrica pode queimar, e se estiver ligada de forma errada em paralelo com o motor, acaba queimando o motor do portão junto.

 

Portão automático abre sozinho?

Se não forem tomados alguns cuidados básicos, pode sim abrir sozinho. Nos portões de frequência 292MHZ e 325MHZ isso era mais comum, pois um cliente sempre podia interferir no código do portão de outro, por existirem poucas combinações de código. Nos modelos atuais, corre o risco de abrir sozinho se, durante a programação dos controles, houver alguma interferência de sinal externo (antenas, alarmes de carro, torre de sinal de celular e tv) com a mesma frequência, e ao apertar o botão de adicionar controle na central, essa interferência entrar junto na central, como se fosse o sinal de um controle que estivesse em uso. Existem aparelhos mais sofisticados hoje em dia que captam o sinal dos controles enquanto a pessoa está acionando para entrar no portão da residência, e isso vem sendo pesquisado bastante pelos fabricantes de motor para portão para que a segurança dos clientes não seja esquecida. Hoje em dia, o melhor sistema para filtrar interceptações ou tentativas de clonagem é o sistema Linear, uma marca independente que criou receptores e controles remotos com uma tecnologia maior, e impede esse tipo de ação de criminosos.

 

Como Codificar controle no Portão Automático?

PPA:

Como codificar controles da frequência 433MHZ na central do motorPPA de portão convencional: (Portão Basculante ou Portão Deslizante)

Receptor avulso: Nesse sistema, a central tem uma placa receptorapequena plugada de forma auxiliar, que comanda por sua vez arecepção de sinal dos controles remotos e envia o pulso para a central maior PPA de portão. Localize essa plaquinha menor, e faça o seguinte: Segure apertado o botão do controle que deseja configurar, e em seguida aperte uma vez só o botão do receptor com o nome de PROG (não é necessário usar JUMPER nem nada, somente apertar o botão de programação PROG). Pronto, já está configurado. Em alguns casos, faça o contrário se não funcionar: Aperte uma vez o botão PROG, um led vermelho do receptor deverá se acender, então enquanto ele estiver aceso, aperte o botão do controle que deseja cadastrar. Pronto. Se da outra forma não havia cadastrado, desta forma deve funcionar.

Modelo de Jumper e PROG: Primeiramente, retire os parafusos que fecham a tampa onde fica a central do portão. O procedimento é parecido com o de configuração dos controles da Garen. Encontre as duas perninhas de metal , onde aparece escrita a palavra PROG. Tem uma pecinha preta (JUMPER) que pode se encaixar nas duas perninhas de metal para fechar o circuito, e deste modo, entrar em modo de programação dos controles. Essa configuração do controle só é aceita pela central eletrônica do portão PPA se o portão estiver no meio do percurso, parado fora dos sensores de fim de curso de abertura e fechamento. Basta fechar o circuito com o JUMPER e a central está em modo de programação. Segure apertado o botão do controle que deseja cadastrar na central, e o led vermelho da central vai ficar piscando bem rápido. Confirme enquanto o led está piscando, apertando o botão da placa com o nome de BOT ou + em alguns casos. Retire o Jumper e a programação já deve estar pronta.

Modelo de Chavinhas: Neste sistema de chavinhas, existe na central uma sequencia de 8 Chaves pequenas de ON e OFF, que representam todas as configurações da central. A programação de controles PPA fica na chave numero 8. Acione a chave 8 para ON e segure apertado o botão do controle que deseja configurar. O led vermelho vai piscar bem rápido, indicando que a central está reconhecendo aquele controle. Confirme apertando o botão com o simbolo de (+). ATENÇÃO: Se apertar o simbolo (-)por engando, vai apagar todos os controles que estavam funcionando na central, e precisa reconfigurar todos novamente. Depois, volte a chavinha numero 8 para a posição inicial e pronto, já deve estar funcionando seu controle.

* Logo faremos um POST com as configurações de todas as chavinhas para todas as funções do motor PPA para portão.

GAREN

Como codificar controles da frequência 433MHZ na central do motor Garen de portão: (Portão Basculante ou Portão Deslizante)

Primeiro é preciso retirar os quatro parafusos que fecham a tampa da central, para ter acesso á placa. Na placa do motor garen é preciso encontrar duas perninhas de metal, onde está escrito a palavra PROG. Tem uma pecinha preta (JUMPER) que pode se encaixar nas duas perninhas de metal para fechar o circuito, e deste modo, entrar em modo de programação. Feche o circuito e aguarde alguns segundos até que os leds vermelho e verde permaneçam acesos. Aperte o botão do controle remoto novo que quer codificar (precisa ter certeza que o controle é da mesma frequência 433MHZ da placa), a luz verde começa a piscar por uns 5 segundos e volta a ficar acesa. No exato momento em que o led verde está piscando, é preciso apertar o botão BOT que se encontra perto do PROG da central da Garen. Confirmando no BOT que aquele controle será usado nessa placa, automaticamente o controle ja está cadastrado. Basta repetir o mesmo passo a passo para configurar os outros controles remotos de portão. Depois que todos já estão configurados, retire o JUMPER  do circuito de PROG e aguarde até que os 2 leds (vermelho e verde) se apaguem. Pronto, os controles já devem funcionar.

Em alguns casos, a configuração do controle só é aceita pela central eletrônica do portão Garen se o portão estiver no meio do percurso, parado fora dos sensores de fim de curso de abertura e fechamento.

Algumas centrais de comando de outras marcas, como central ppa de portão e central GGPort de portão, precisam deste mesmo procedimento de deixar o portão no meio do percurso para fazer a programação.

Algumas centrais mais antigas necessitam de um conserto paraportão automático garen(acrescentar um receptor avulso) para poder cadastrar mais controles, pois o limite de capacidade de controles é curto.

PECCININ

Como codificar controles da frequencia 433MHZ na central do motor Peccinin Gatter ou Convencional de portão: (Portão Basculante ou Portão Deslizante)

Abra a tampa da central, fixada com 4 parafusos, para acessar a placa eletrônica. Existe um botão pequeno na central com o nome de LEARN. Aperte o botão LEARN uma vez, e um led da placa vai acender. Enquanto estiver aceso, de um toque no botão do controle Peccinin que deseja cadastrar. O led da central vai apagar e logo em seguida começa a piscar rápido. Novamente de um toque no botão do controle que está cadastrando, para confirmar  que é para codificar. Pronto, está cadastrado.

PPA/GAREN

Como codificar controles da frequencia 292MHZ ou 325MHZ na central ou receptor dos motores PPA, Garen ou GGPort de portão convencional:

Esse modelo é tão fácil que nem é mais vendido hoje em dia para motores novos. Existem 8 arames numerados de 1 a 8 dentro do controle remoto, e existem 8 arames no mesmo esquema no receptor ou central de portão de modelo mais antigo. O código consiste em cortar os arames de forma igual, ou seja, se eu cortar os arames 1, 4, 7 do meu receptor, basta cortar os mesmo arames do controle para que ele fique no mesmo código. Se eu quiser cortar mais arames, posso fazer a combinação que desejar, como por exemplo cortar os arames 2, 3, 4, 5, 6, 8, fazendo o mesmo no controle e no receptor. Hoje em dia não é mais utilizado esse modelo em motores novos porque a quantidade de combinações para esse tipo de código é de 256 combinações. Acontecia bastante de uma pessoa apertar o controle e acionar o portão de outra pessoa por coincidência nos códigos.

 

 

Como instalar um motor de portão PPA/Garen/Peccinin

Instalação varia de portão para portão. É sempre bom chamar um técnico para fazer a instalação. Quando já existia um motor anterior no portão, e o cliente está substituindo por um motor para portão automático PPA novo, a única duvida vai ser durante as configurações da central. Consulte sempre o manual técnico que acompanha o motor, porque as duvidas vão surgir de diversas formas.

Em caso de duvidas, chame solicite nosso conserto de portão automático Garen, conserto de portão automático Peccinin ou conserto para portão automático PPA.

Solução na hora de abrir seu portão: Seja motor de portão de correr, motor para portão basculante ou motor de portão automático pivotante, só aqui você encontra os melhores preços, e tudo com instalação inclusa. Não adianta comprar um motor para portão e tentar instalar sozinho, pense como vai ser quando você precisar de garantia, e quem te vendeu não vai até sua casa resolver o problema.

 

Manutenção Preventiva de Portão Deslizante

Para uma correta manutenção de portão automático deslizante, é preciso fazer a lubrificação das rodinhas do portão com desengripante (recomendamos WD40), e lubrificação com graxa nas guias superiores de apoio do portão. Nunca se deve passar graxa nas rodinhas, pois não vai penetrar no rolamento da mesma, e vai contribuir para o acumulo de sujeira e poeira, dificultando a abertura do portão. Outro local onde não se deve passar graxa é na engrenagem externa do motor, que entra em contato com a barra de cremalheira, pois é um local em que gera acumulo de sujeira mais grossa e poeira, causando um desgaste mais rápido das peças em atrito.

 

Manutenção Preventiva de Portão Basculante

Na hora dos cuidados com a manutenção, portão automático basculante principalmente, é preciso tomar cuidado com vários detalhes, para evitar acidentes. Dentre todos os modelos, o portão automático basculante é o mais perigoso quando não se tomam os devidos cuidados. O portão abre para cima, equilibrando seu peso bruto com as duas caixas de contra-peso laterais, ligando-se apenas pelos cabos de aço. Podemos ver o cabo de aço do portão por completo? Não. Os cabos correm na lateral do portão basculante, e são visíveis parcialmente, quando o portão está no meio do caminho, olhando as guias laterais pelo lado de fora. Parte do cabo de aço fica pelo lado de dentro do portão, e é exatamente nesse pedaço do cabo que ocorre a maior fadiga, ocasionando o rompimento. Imagine um portão de 400 quilos. Quando está abrindo com o motor para portão automático basculante, nem percebemos que é tão pesado, pois em cada uma das duas caixas laterais existe um peso de 200 quilos, que neutraliza o peso do portão. Quando um dos cabos desse portão se rompe, são 200 quilos extras que vão cair de uma vez, danificando o motor do portão e tudo mais que estiver por baixo do portão. É bem comum cair em cima do carro enquanto a pessoa está passando por baixo. Bem material, é recuperável, mas e se uma pessoa está passando pelo portão? Agora deve ter entendido a necessidade da manutenção preventiva no seu portão.

 

Cuidados com o portão social usado junto ao portão automático

Imagine se em sua residência existe um portão eletrônico deslizante ou basculante, e um interfone com fechadura eletrônica no portão social, sendo que o portão social fica ou embutido no portão basculante, ou no meio do caminho onde o portão deslizante irá passar. Chega uma visita na sua casa. Não precisa mais ir até o portão para abrir com as chaves, basta apertar pelo interfone, e o portão social se abrirá. Mas e se a pessoa que chegou não fecha o portão social direito, deixando ele meio aberto. Quando alguém for usar o portão de entrada de carro, se prepare para o prejuízo. O portão deslizante irá correr para cima da porta social que está aberta, ou o portão basculante fará sua abertura subindo, e a porta social vai cair no meio do caminho, causando um choque entre os portões, e travando totalmente os mecanismos.

Existe um sistema  de intertravamento eletrônico, que impede que os portões abram ao mesmo tempo. Mas não se pode usar isso como um padrão, cada portão tem um sistema diferente, com voltagens diferentes, e sensores diferentes. Como funciona: Enquanto o portão social está aberto, um fio de comando do motor do portão basculante ou deslizante estará desligado, impedindo seu acionamento, mesmo se alguém tentar acioná-lo no controle, e voce-versa, quando o motor está abrindo o portão de entrada de carro, o social fica inativo, não podendo ser aberto pelo interfone. Alguns técnicos, por falta de experiência, instalam sensores de fotocélula nas extremidades pegando os dois lados da porta social, fazendo com que o portão não abra enquanto a fotocélula estiver indicando o portão social no caminho. Isso não evita que o portão já esteja aberto, e alguém abra a porta social, o que causará colisão dos mecanismos na hora do fechamento. Um sistema ideal, que faz o mesmo do sistema de intertravamento já existente, faz uma conexão dos fios de fim de curso de abertura, enganando o motor do portão, para que entenda que o portão já está aberto, e por isso não tem mais para onde abrir. Assim que o portão social se fecha, os fios do fim de curso voltam à posição de abertos, e o funcionamento está novamente funcionando.

 

Quando o portãoautomático quebra, como abrir manualmente?

Portão basculante – É preciso primeiramente tirar um cadeado pequeno que está no bracinho, localizado fazendo a junção entre o motor e o portão. O cadeado fica preso na ponta de um pino de ferro. Retirando o cadeado, o pino de ferro tem que ser retirado do bracinho. Após retirar o pino, visualize o bracinho, e entenda que ele precisa desencaixar em duas partes, como um alicate, liberando a porca acionadora do motor do portão, para que o portão possa ser usado manualmente, sem o auxilio do motor.

Portão deslizante – São duas as formas principais: Primeiro, com uma chave comum, igual a de uso em cadeados, destrave na parte de trás do motor como se fosse abrir uma porta, e puxe a alavanca onde fica o miolo da fechadura, fazendo com que o portão corra livre de forma manual; Segundo, deve haver um furo na parte de trás da tampa que cobre o motor. Neste furo, coloque uma chave allen (obrigatoriamente acompanha o motor na hora da instalação) no furo atrás da carenagem, encaixando em um parafuso que fica no eixo dentro desse furo. Girando no sentido horário, libera o portão para o modo de funcionamento manual, e girando no sentido anti-horário, volta a travar o portão para uso com o controle.

Portão pivotante: Usa o mesmo método do portão basculante, porém é mais fácil de abrir pois o bracinho não recebe tanta pressão do motor. Tire um cadeado pequeno, liberando um pino de ferro, depois tire o pino de ferro e desencaixe o bracinho em duas partes para que desacople do motor do portão.

O portão precisa abrir de forma manual quando ocorre a falta de energia elétrica no local ou ocorre algum tipo de dano ao motor, e precisa ser usado de forma manual até ser chamada a equipe de conserto para portão automático eletrônico.

 

Quais as formas de pagamento?

Trabalhamos somente com dinheiro e cheque pré-datado, com desconto de 3 a 5% nos valores pagos em dinheiro e facilitamos em 3 cheques o valor de instalação de motores, podendo variar a quantidade de parcelas de acordo com os valores de serviços adquiridos. Pagamento feito diretamente ao técnico que efetuar o serviço no portão.

 

É cobrado algum valor de visita do técnico que vier fazer o orçamento?

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, cobrar taxa de visita está fora da lei. Não cobramos taxa de visita, porém trabalhamos da seguinte forma: Se o portão estiver apresentando defeito, o técnico precisa avaliar o que está acontecendo com seu portão automático. Mas em todos os defeitos menores encontrados em qualquer motor de portão (troca de fim de curso, regulagem de placa, configuração de controles, troca de capacitor de partida, ou quaisquer componentes simples, de solução imediata) será cobrado o valor de R$150,00 para o seu devido reparo. Não é taxa de visita técnica, é valor de serviço efetuado. Imagina uma situação, em que o técnico chega no local do portão, independente de que região ou bairro seja, constata que o defeito seja por exemplo um sensor de fim de curso e um capacitor de partida queimados. O nosso técnico explica ao cliente que o defeito está nessas peças, e o cliente pega nossa ficha de orçamento, dispensa nosso técnico, e compra as peças a serem substituídas, ou chama um cidadão que encontra em qualquer esquina e pede para fazer exatamente o que diz no nosso orçamento. Pra que serviu nosso técnico ter estudado curso técnico, se capacitado, gasto gasolina para ir até o local, ter se arriscado ao trânsito da nossa cidade, possibilidade altíssima de ter tomado alguma multa, e sem mais nem menos, o cliente só queria o orçamento. Não compensa para nós esse tipo de atendimento. Pessoas que agem dessa forma nem consideramos um possível cliente. E é bem mais comum do que se imagina essa situação. Para evitar, criamos esse sistema em que o técnico vai até o local da manutenção no portão, verifica os defeitos, e faz seu devido reparo, no valor pré estabelecido de R$150,00. Caso nosso técnico chegue ao local, e constate que o serviço vai custar um valor maior do que os R$150,00, como por exemplo que seja uma troca de placa, troca de motor, reforma de portão, ou serviços semelhantes, o técnico deixará um orçamento sem compromisso, porque realmente existe a possibilidade de o cliente fechar o serviço posteriormente após analisar o orçamento, além de que ninguém está esperando um valor variável na hora de consertar seu portão. Se alguma empresa, do ramo de portão automático ou qualquer outro ramo que seja, cobrar taxa de visita para fazer orçamento, o cliente pode acionar o PROCON, e consultar seus direitos referentes ao Código de Defesa do Consumidor.

 

Quando solicitado, o técnico de portão vai até o local no mesmo dia?

Quando é solicitada uma visita tanto para fazer manutenção, instalação de motor novo, ou consertar um motor que esteja dentro ou fora da garantia, o procedimento é o seguinte: Será agendado com a nossa central de atendimento, e assim que possível um de nossos técnicos de manutenção para portão irá até o local fazer o serviço necessário. Pode acontecer de ir no mesmo dia, mas não acontece com frequencia isso, geralmente o agendamento é feito para 1 ou 2 dias uteis a partir do agendamento. Não cobramos taxa mensal de atendimento emergencial, como algumas empresas cobram principalmente de condomínios, para ter um técnico de portão automático à disposição 24 horas dos clientes. Se fosse cobrada essa taxa, com certeza o valor dos nossos serviços seria bem maior também para poder arcar com os custos do técnico de plantão. Temos assistência técnica de portão automático Peccinin, PPA, Garen entre outros.

O caso mais comum de chamado na assistência técnica: portão automático rápido quando não está instalado em conformidade com o portão, e acaba desgastando de maneira irregular.

Consulte nosso suporte técnico: portão automático eletrônico São Paulo/ Guarulhos/ Osasco/ ABC

 

Quais as peças mais comuns nos motores basculantes de portão?

O motor de portão é formado por um conjunto de peças que são:

- Calha de alumínio padrão de 1,4 metros;

- Eixo de fuso com rosca para acionamento;

- Batoque superior (tampinha que fecha o perfil de alumínio);

- Porca acionadora (peça de nylon que corre dentro do alumínio para cima e para baixo);

- Acoplador que faz a junção do fuso com o redutor do motor;

- Carcaça de ferro fundido (2 partes que fecham, com as peças internas, formando o moto-redutor do portão);

- Estator do motor (parte interna do motor composta por centenas de voltas de cobre, para criar o campo magnético);

- Eixo interno com induzido, rolamento e rosca sem fim interna (eixo principal interno do motor que faz a ligação entre todas as peças internas);

- Engrenagem de nylon principal;

- Caixa e tampa para central eletrônica de comando;

- Central de comando eletrônica;

- 02 controles remotos.

Nossa assistência técnica para portão automático eletrônico foca em resolver os defeitos do motor diretamente no local do portão. Se for necessário, retiramos seu motor para reforma: portão automático PPA/ Garen/ Peccinin

 

O que é portão galvanizado?

A galvanoplastia ou galvanização é um tratamento de materiais que deposita um metal sobre um substrato que pode ser de metal ou não, através da redução química ou eletrolítica para proteção da superfície tratada. No ramo de fabricação de portões serve para proteger os materiais do portão contra as ações do tempo ou de causas externas que enferrujam ou deteriorem o material mais cedo. Sem galvanização os portões enferrujam antes do tempo. Mesmo se o portão for receber uma tinta de fundo e uma tinta de acabamento, é preciso um tratamento mais forte, como galvanização, para evitar que, quando a tinta seja arrancada de alguns pontos pelo próprio uso, o local descoberto não enferruje. O que mais enferruja os portões é o xixi dos cachorros, pois na urina encontram-se substâncias altamente corrosivas. Os locais onde são soldados com solda elétrica após feita a galvanização perdem sua propriedade e voltam a ser vulneráveis aos efeitos do tempo.

 

Como posso evitar ferrugem?

Além do processo de galvanização, métodos alternativos de menor duração são pintura com zarcão, tinta de fundo, ferrox em caso de manchas de ferrugem, mas são processos contínuos, sempre efetuados quando se encontra um pedaço do portão sem tinta ou com princípios de ferrugem.

 

Quais os tipos de portão mais comuns fabricados no Brasil?

Portões de tubos (tubo de aço galvanizado); portões combinados de tubo com madeira externa para dar o acabamento; portões de telas rígidas, com variados formatos; e portões tubulares forrados com lambril.

 

Qual é o tempo de instalação do motor de portão?

Motor para portão basculante leva em média 1 hora para ser instalado; Motor para portão deslizante leva em média 2 horas para ser instalado; Motor para portão pivotante leva em média 3 horas para ser instalado.

 

Qual é o tempo de garantia?

Garantia de 3 meses sobre serviços efetuados de manutenção em portão ou motores, e garantia de 1 ano para instalação de motores novos.

 

O que é necessário para a instalação do motor de portão automático?

Ponto de energia ou tomada com voltagem de 220 volts, além de dois disjuntores de 5 a 10 Amperes protegendo os fios de energia que chegam ao motor.

 

Como saber se um portão pode ou não ser automatizado?

De uma forma ou de outra, praticamente todos os portões podem ser automatizados. Para saber o modelo exato de motor para ser instalado no portão é melhor que o técnico faça uma avaliação diretamente no local do portão. Em portão basculante uma coisa essencial para verificar é se ele está balanceado corretamente. Para verificar, basta levantá-lo com a mão a partir de 50 cm do chão, e daí em diante o portão tem que ficar parado em qualquer lugar que for deixado no caminho. Não pode nem abrir sozinho e nem fechar sozinho, para que o balanceamento esteja correto.

 

O que é fechamento automático num motor de portão automático?

Uma configuração da central do portão eletrônico para que o portão feche sozinho, sem o acionamento do controle remoto, após um determinado tempo pré programado na central. Para usar esta função, é indispensável o uso do sistema de fotocélula nas laterais do portão. Se o portão tem fechamento automático e não foi escolha do cliente, é preciso chamar a manutenção para portão automático eletrônico para que seja retirada da central a programação de tempo, e o portão feche somente com o acionamento do controle remoto.

 

O que é fotocélula?

Um par de sensores cuja função é fazer com que o portão torne a subir caso esteja descendo em cima de algum veículo que está passando no local. O sensor principal emite um feixe de laser para o outro sensor, e quando algo interrompe o caminho do laser, aciona a central do portão para que o portão pare de descer e torne a subir até que o obstáculo saia do caminho dos sensores de fotocélula. Nem sempre o sensor de fotocélula evita a colisão do portão com o carro quando o cliente tem instalado um motor para portão automático rápido.

 

Qual é o alcance do controle remoto de portão?

Depende muito da região onde o motor está instalado. Em regiões sem interferência o alcance pode chegar a 100 metros de distância. A interferência de sinal ocorre quando pelas imediações existe instalada torre de antenas de celular, torre de transmissão, rádio pirata, e muitas vezes o próprio alarme de carro implica na interferência e perda de sinal da central de portão.

 

Um portão automático gasta muita energia?

Não. Para se ter uma ideia, um motor de portão basculante de 1/4 Hp padrão de residências, usado para abrir e fechar por volta de 10 vezes ao dia, terá um consumo mensal médio de 2Kwh. O valor em R$ depende da base de cálculos da sua conta mensal, mas é bem mínimo.

 

O que fazer se meu portão basculante abre mais de um lado do que do outro?

Quando isso ocorre o portão provavelmente está desbalanceado, ou seja, das 2 caixas de peso existentes nas laterais do portão basculante, uma está mais pesada do que a outra, fazendo o portão abrir torto. Precisa ser feito um balanceamento mais adequado para que ele suba por igual. Se o portão for muito largo, pode ser o caso de utilizar 2 motores para abertura do portão, um de cada lado. Sempre é bom chamar um serralheiro de portão ou um técnico para portão automático basculante.

 

Marcas mais recomendadas atualmente para Motor de Portão:

PPA

Pode chamar de portão PPA ou motor PPA, tanto faz, mas uma coisa que não muda é a excelente qualidade da marca mais tradicional do país. A linha de conserto de portão automático PPA inclui peças de reposição para alguns modelos de motor que saíram de linha, como peças dos motores da Issel e da antiga Portal. Consulte sobre disponibilidade de peças, pois tem épocas em que as peças da Issel demoram muito tempo para voltar a ter em estoque por falta de fabricação independente.

Garen

Nossa empresa reforma portão automático Garen de todos os modelos desde os mais antigos até os atuais, pois temos parceria com distribuidores de peças Garen de todos os modelos até mesmo fora de linha.

Peccinin

Conserto portão automático Peccinin de todos os modelos, desde os mais antigos até os mais atuais, pois a Peccinin tem peças de reposição para todo motor de portão automático Peccinin que já saiu de produção.

2 ideias sobre “Serviços de Portão Automático (11)2983-0911

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>